3 truques para não deixar o salmão secar - À Volta das Panelas!

3 truques para não deixar o salmão secar

Às vezes, é uma questão de segundos para que um salmão húmido e macio se torne seco e áspero. Aliás, foi um salmão seco servido num restaurante de Lisboa que nos inspirou para criar um blog de crítica mistério há já quase 10 anos, o que dá para perceber facilmente como este é um tema sensível para nós.

Por isso é que cada vez que encontro boas dicas para não deixar secar o salmão eu me agarro a elas como se fosse o Pedro Nuno Santos agarrado ao poder.

Estas são as minha 3 regras de ouro para nunca deixar o salmão secar.

david-b-townsend-fV3zTanbO80-unsplash.jpg

1. Como preparar o salmão antes de o cozinhar 

A melhor dica para garantir que o peixe não seca está na preparação antes de o cozinhar. E a salmoura é a melhor forma de preparar o salmão.

Só precisa de mergulhar o seu salmão em água e sal juntando uma colher de sopa de sal para cada 250 ml de água. Deixe o salmão mergulhado nesta combinação durante oito a dez horas. Isso vai fazer com que o seu peixe hidrate e fique muito mais suculento. E até o deixa temperado. À hora do jantar, só precisa de o cozinhar seguindo a dica seguinte.

 

2. Como cozinhar o salmão 

Cozinhar a baixa temperatura é a melhor forma de não secar o peixe. Eu costumo pré-aquecer o forno a 120º C e cozinhar o salmão a esta temperatura. Demora um pouco mais a cozinhar mas fica perfeito. Uma outra boa alternativa é usar o mesmo método que costumo usar com o bacalhau: escalfar os lombos em azeite muito quente, mas sem levantar fervura. Fica ainda mais suculento.

O tempo de ambas as técnicas varia consoante o tamanho e o tipo de salmão. Mas sobre isso falamos na dica seguinte.

ca-creative-kC9KUtSiflw-unsplash.jpg

3. Como saber se o salmão está no ponto 

O salmão selvagem (mais difícil de encontrar em Portugal) tem menos gordura do que o salmão de aquacultura (mais comum em Portugal) por isso não o pode deixar tanto tempo a cozinhar. Outro factor importante é o tamanho dos lombos que vai cozinhar: tanto em largura como em altura. Nunca siga os tempos de cozedura do peixe indicados nas receitas porque estes variam tanto consoante o tipo de salmão como o tamanho.

Comece a confirmar se o salmão está pronto a partir dos oito a dez minutos no forno, dependendo da temperatura a que o cozinhar. E a melhor forma de saber se já está feito é espetar um garfo de dois dentes lentamente no sítio mais alto do lombo. Se entrar facilmente e o peixe começar a soltar-se em lascas, está pronto – mesmo que pareça cru. 

Agora é vestir o avental e vai ver que nunca mais come um salmão seco na sua vida.

 

Um óptimo salmão para si onde quer que a secura esteja,

Ele

 

foto: david b. townsend e ca creativeunsplash  

Powered by Blogger.