Skip to main content

este é o tronco de natal mais fácil de fazer e leva um cremoso recheio de castanhas

Tenho aqui a minha querida Mulher Mistério à beira de um colapso nervoso desde que viu esta receita. Tem espasmos, arfa, baba-se... tudo porque não resiste a um creme de castanhas. E desde que eu lhe disse que podia transformar esse creme num tronco de Natal – provavelmente o bolo que Ela mais despreza – que ficou em transe.

De facto, o tradicional tronco de Natal nunca me entusiasmou. Agora, se não for seco, se nem sequer levar bolo e se se resumir a uma combinação de creme de castanhas e chocolate preto derretido, então acho que estamos prontos para uma conversa séria.

A genial ideia é do site de comida Delicious e resume-se apenas a castanhas cozidas e trituradas num cremoso puré, manteiga sem sal, açúcar, um ovo, Cognac ou Armagnac ou – porque não? – Lourignac e chocolate preto derretido. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte aqui a receita original.

chocolate-chestnut-log-11260-1.jpeg

 

Uma vez que tenha as castanhas trituradas em puré e o chocolate derretido, bata a manteiga com o açúcar, o ovo e o Cognac (ou o Lourignac) até ficar com uma cor mais clara. Acrescente-lhe o puré de castanhas e bata mais um pouco. Divida a mistura em duas taças. Numa delas, misture o chocolate derretido, bata e deixe arrefecer. Na outra não faça nada para já.

Quando a mistura do chocolate estiver fria e mais consistente, espalhe-a por cima de uma folha de papel vegetal até formar um rectângulo com cerca de 24 por 12 cm. Coloque o creme de castanhas no centro e enrole de maneira a ficar com um tronco com chocolate por fora e castanhas por dentro. Embrulhe no papel vegetal e leve ao frigorífico durante, pelo menos, uma hora.

No momento de servir, retire o papel vegetal e polvilhe o tronco com cacau em pó e açúcar de confeiteiro.

 

Um óptimo tronco de Natal para si onde quer que as castanhas estejam,

Ele

 

receita e foto: delicious

 

Comments

Popular posts from this blog

RECEITA DE MOLOTOF DE CARAMELO

Ingredientes: 5 claras 5 colheres de sopa de açúcar Caramelo líquido q.b. Preparação: Numa tigela bata as claras em castelo até ficar bem firmes. De seguida, junte o açucar e o caramelo. Bata mais um pouco. Unte a forma com caramelo e deite o preparado anterior. Leve ao forno a 180º entre 7 a 10 minutos. Retire e desenforme. Nota: Não abra o forno enquanto a cozedura. Deixe arrafecer o molotofe dentro do forno. Bom Apetite!! Fonte:

Bolo de Abóbora da Clara de Sousa....é uma maravilha!

Ingredientes:  4 ovos 70 g de margarina 350 g de açúcar 600 g de abóbora 120 g de farinha 120 g de farinha maisena 75 g de coco ralado 1 c. (de sobremesa) de fermento em pó Preparação:  Corte a abóbora em pedaços e leve a cozer em água. Coloque a polpa sobre um coador para perder toda a água da cozedura. Calque um pouco se necessário. Depois de escorrida deve ficar com aproximadamente 320 a 350 g. Bata as gemas com a margarina até ficar cremoso. Acrescente um a um os outros ingredientes, abóbora, açúcar, farinha de trigo, farinha maisena, coco ralado e fermento em pó. Por fim, junte as claras batidas em castelo. Unte e enfarinhe uma forma de buraco grande. Leve ao forno pré-aquecido a 180º C durante 40 a 45 minutos. Deixe arrefecer um pouco e desenforme.

Bolo de ananás formidável... bem fofinho e húmido

Ingredientes 1 lata de ananás das grandes 2 chávenas de chá de farinha 2 chávenas de açúcar 7 ovos 1 colher de café de fermento em pó Caramelo líquido q.b. 1. Ligue o forno a 180ºC. 2. Separe as gemas das claras e bata as claras em castelo com um pitada de sal. 3. Bata as gemas com o açúcar até obter uma massa homogénea e de seguida verta a calda do ananás. 4. Peneire a farinha e o fermento e junte ao preparado das gemas. 5. Por fim envolva as claras em castelo com gentileza. 6. Unte uma forma de chaminé com o caramelo e forre-a com as rodelas de ananás. 7. Se lhe sobrar ananás, corte aos pedacinhos e adicione à massa. 8. Leve o bolo ao forno por cerca de 35 a 50 minutos, vá verificando com o palito, não deixe cozer demais para não ficar seco. 9. Desenforme quente.  Fonte original todos os direitos reservados a:  http://desastresculinarios.blogspot.com