Skip to main content

o melhor de portugal: white hotel, um refúgio de sonho onde dorme rodeado pelo oceano atlântico

Nesta época em que o turismo em Portugal atravessa umas das maiores crises de sempre, o Casal Mistério e a SEAT juntaram-se para divulgar o melhor do nosso País: paisagens, passeios, recantos, hotéis, restaurantes e petiscos que tornam Portugal um dos lugares mais fascinantes do planeta.

white hotel.jpg

Julho é o melhor mês para conhecer um dos nossos sítios preferidos do mundo: os Açores. E na ilha de São Miguel está um dos hotéis mais espetaculares do País, com uma localização única literalmente em cima do Oceano Atlântico. Se for aos Açores, é obrigatório ter um carro para conhecer todos os recantos fascinantes das ilhas. E o carro ideal para passear por um paraíso como este é o Novo SEAT Leon.

21.jpg

Desportivo e com muita pinta, tem funcionalidades que eu nem fazia ideia que existiam, ideais para pessoas distraídas como eu: o Assistente Lateral, que deteta obstáculos nas outras faixas de rodagem, fundamental para as ultrapassagens, e um Detetor de Fadiga que lhe sugere fazer uma pausa se estiver com uma condução irregular ou falta de concentração. Concentremo-nos então neste hotel de sonho.

white-exclusives-suites-amp-villas-gallerylf_white

 

O hotel

O nome – White – não podia ser mais apropriado. Com uma localização privilegiada em cima do mar, na costa sul da ilha de São Miguel, o White nasceu das ruínas de um antigo solar do século XVIII e tem uma decoração absolutamente incrível. Não é difícil adivinhar qual a cor predominante em todos os espaços. O branco é a minha cor preferida no que toca a decoração, por isso, este hotel com linhas minimalistas e contemporâneas foi amor à primeira vista.

112319202.jpg

O White cresceu, imponente, em cima de um penhasco sobre o Atlântico, na aldeia de Lagoa, a cerca de 10 km de Ponta Delgada. A ideia aqui é descansar: aproveitar a vista, os terraços e mergulhar na piscina infinita de água salgada aquecida. Para mim, isto é que são férias: dormir, ler e mergulhar. Ah, e sempre de copo de vinho (branco de preferência, porque estamos no verão) na mão, claro.

white-exclusives-suites-amp-villas-galleryexterior

Os terraços que acompanham a linha do mar são o palco ideal para a prática de ioga com o som das ondas como pano de fundo, isto se for um daqueles hóspedes que eu invejo: disciplinados e madrugadores. Se for como eu, delicie-se com um cocktail ou um copo de vinho junto à lareira exterior, ao final da tarde enquanto se rende ao pôr do sol. Também faz muitíssimo bem à saúde. O contraste do azul e do branco torna inevitável a comparação com os tons típicos das ilhas gregas. Mas os detalhes em pedra trazem-nos logo de volta aos Açores.

white-exclusives-suites-amp-villas-gallerylf_white

As suites  

Além de duas incríveis villas privadas (The Villa e La Maison), o White tem três tipos de suites: Junior, Ocean e Unique. Todas muitíssimo bem decoradas, com vista para o mar, sendo que as últimas preservaram os vestígios do antigo solar, como as paredes com pedra basáltica, os arcos em pedra da adega ou a lareira da antiga cozinha.

white-exclusives-suites-amp-villas-galleryunique-s

Além do branco que impera no chão, nos terraços e nas paredes, os detalhes dos móveis em madeira natural e as incríveis peças feitas em macramé e tapeçaria, da Oficina 166, dão um toque acolhedor aos diferentes espaços do hotel.

white6.jpg

Por aqui, tal como em todo o arquipélago dos Açores, o oceano é omnipresente. E os quartos refletem isso mesmo: as camas foram estrategicamente posicionadas de forma a garantir que acorda a olhar para o mar. Todos os quartos são suites: têm sofás numa zona de estar e uma kitchenette equipada com micro-ondas, frigorífico, máquina de café com cápsulas e todos os utensílios básicos para preparar uma refeição leve.

white-exclusives-suites-amp-villas-galleryjunior-s

As casas de banho são clean, funcionais, forradas a microcimento e têm duches grandes e espaçosos. As amenities são orgânicas, da marca Susanne Kaufmann. Todas têm TV LCD, ar condicionado, Wi Fi, secador de cabelo, roupões e cofre.

white-exclusives-suites-amp-villas-galleryjunior-s

Mas as mais espetaculares são as Ocean Suites, no primeiro andar, com suas varandas suspensas sobre o mar. Ou a Villa, claro, com um pátio privativo e uma piscina aquecida com uma vista de sonho.

white2.jpg

Mas tanto as Junior Suites, com acesso direto aos terraços e à piscina, como as Unique, com alguns traços do edifício original como as paredes e os arcos em pedra, são igualmente espetaculares. La Maison é isso mesmo: uma verdadeira mansão de quatro quartos com piscina privativa e campo de croquet, ideal para uma família numerosa ou um grupo de amigos. Situada a cerca de 50 m do edifício principal, é garantia de maior privacidade.

105861908.jpg

O pequeno-almoço

É servido à la carte entre as 8h e as 11h. Inclui uma tábua com uma seleção de produtos regionais como fruta fresca, iogurte caseiro, os queijos e os pães típicos da ilha, panquecas e ovos feitos ao momento.

Durante o dia, pode pedir pratos leves, como camarões grelhados com alho, por exemplo, e petiscar na sala de refeições ou no terraço junto à piscina.

white-exclusives-suites-amp-villas-gallerylf_white

O restaurante Cardume tem um conceito de freestyle kitchen, definindo-se como um laboratório de sabores onde o chef procura a combinação ideal de aromas e texturas. E ingredientes bons não lhe faltam ali mesmo à mão: o peixe fresco pescado mesmo ali ao lado, a melhor carne dos típicos pastos verdes da ilha e os legumes da horta do hotel.

99704381.jpg

As atividades

Além de procrastinar (o meu verbo preferido) o dia toda nesta incrível piscina infinita, de água salgada, pode fazer aulas de ioga ou uma massagem. O hotel tem um barco para levar os hóspedes a passear e fazer snorkeling. E depois, claro, tem sempre os programas típicos dos Açores: observação de baleias e de golfinhos, mergulho, trilhos e passeios turísticos. É só pedir ajuda na receção. O que não falta são paisagens de sonho em São Miguel.

Leon 111111 (1).jpg

O Novo SEAT Leon é ideal para passear confortavelmente por toda a ilha e descobrir o verde dos campos, o azul das lagoas, o castanho das águas termais, o aroma do cozido das Furnas, as vistas deslumbrantes em cada canto de São Miguel, as paisagens de cortar a respiração, as hortênsias em flor, enfim, o paraíso que é este destino. Não deixe de visitar a Lagoa das Sete Cidades, a Lagoa do Fogo, o Parque Terra Nostra, a Poça da Dona Beija e os vários miradouros com vistas de sonho.

white-exclusives-suites-amp-villas-galleryexterior

Só falta um pequeno grande detalhe: os preços. Pois, não é propriamente barato mas vale a pena poupar nem que seja para vir na época baixa. Faça a simulação da sua reserva aqui.

 

Boas férias,

Ela

 

fotos: paulo goulart photography/white

 

Este post foi feito com o apoio da SEAT

 

Comments

Popular posts from this blog

RECEITA DE MOLOTOF DE CARAMELO

Ingredientes: 5 claras 5 colheres de sopa de açúcar Caramelo líquido q.b. Preparação: Numa tigela bata as claras em castelo até ficar bem firmes. De seguida, junte o açucar e o caramelo. Bata mais um pouco. Unte a forma com caramelo e deite o preparado anterior. Leve ao forno a 180º entre 7 a 10 minutos. Retire e desenforme. Nota: Não abra o forno enquanto a cozedura. Deixe arrafecer o molotofe dentro do forno. Bom Apetite!! Fonte:

Bolo de Abóbora da Clara de Sousa....é uma maravilha!

Ingredientes:  4 ovos 70 g de margarina 350 g de açúcar 600 g de abóbora 120 g de farinha 120 g de farinha maisena 75 g de coco ralado 1 c. (de sobremesa) de fermento em pó Preparação:  Corte a abóbora em pedaços e leve a cozer em água. Coloque a polpa sobre um coador para perder toda a água da cozedura. Calque um pouco se necessário. Depois de escorrida deve ficar com aproximadamente 320 a 350 g. Bata as gemas com a margarina até ficar cremoso. Acrescente um a um os outros ingredientes, abóbora, açúcar, farinha de trigo, farinha maisena, coco ralado e fermento em pó. Por fim, junte as claras batidas em castelo. Unte e enfarinhe uma forma de buraco grande. Leve ao forno pré-aquecido a 180º C durante 40 a 45 minutos. Deixe arrefecer um pouco e desenforme.

Bolo de ananás formidável... bem fofinho e húmido

Ingredientes 1 lata de ananás das grandes 2 chávenas de chá de farinha 2 chávenas de açúcar 7 ovos 1 colher de café de fermento em pó Caramelo líquido q.b. 1. Ligue o forno a 180ºC. 2. Separe as gemas das claras e bata as claras em castelo com um pitada de sal. 3. Bata as gemas com o açúcar até obter uma massa homogénea e de seguida verta a calda do ananás. 4. Peneire a farinha e o fermento e junte ao preparado das gemas. 5. Por fim envolva as claras em castelo com gentileza. 6. Unte uma forma de chaminé com o caramelo e forre-a com as rodelas de ananás. 7. Se lhe sobrar ananás, corte aos pedacinhos e adicione à massa. 8. Leve o bolo ao forno por cerca de 35 a 50 minutos, vá verificando com o palito, não deixe cozer demais para não ficar seco. 9. Desenforme quente.  Fonte original todos os direitos reservados a:  http://desastresculinarios.blogspot.com