Skip to main content

gratinado de batata doce, o acompanhamento que vai ter de fazer este natal

Não estou a brincar. Vai ter mesmo de fazer. Além de ser delicioso, fica lindo na mesa de Natal. E é um ótimo acompanhamento para qualquer prato principal: desde o peru ao bacalhau. A receita é do blog Sandra Valvassori e é muito fácil de fazer.

Só precisa de comprar batatas doces médias, manteiga, alho esmagado, salva ou alecrim picado, flor de sal, pimenta preta moída, natas e queijo parmesão ralado. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Photos-27548-2.jpg

 

Pré-aqueça o forno a 200º C. Lave e esfregue bem as batatas doces e corte as pontas. Sem descascá-las, corte-as em fatias muito fininhas com uma mandolina. Se não tiver uma mandolina em casa, use uma faca afiada (as fatias vão ficar inevitavelmente mais grossas, nesse caso, junte mais 15 minutos ao tempo no forno).

Num tacho pequeno, derreta a manteiga em lume médio-brando. Junte o alho, a salva ou o alecrim e deixe cozinhar durante cerca de 1 minuto, mas tenha atenção para não deixar queimar o alho.

Pincele a travessa que vai usar com a mistura da manteiga derretida, reservando o resto para pincelar as batatas doces.

Tempere as batatas doces com sal e pimenta. Disponha as rodelas da batata doce na travessa criando várias colunas. Pincele o topo das batatas doces com o resto da mistura de manteiga e espalhe os dentes de alho por entre as rodelas de batata.

Tape a travessa com uma folha de papel de alumínio, e leve ao forno durante 45 minutos.

Retire do forno, destape e espalhe as natas por cima das batatas. Agite a travessa para ajudar a espalhar as natas. Espalhe por cima o parmesão ralado.

Volte a pôr no forno, destapado, durante mais 25 minutos ou até o topo começar a ficar crocante e acastanhado e o interior das batatas macio.

Retire do forno e decore com salva ou alecrim picado. Sirva logo!

 

Feliz Natal,

Ela

 

receita e foto: sandra valvassori

 

Comments

Popular posts from this blog

RECEITA DE MOLOTOF DE CARAMELO

Ingredientes: 5 claras 5 colheres de sopa de açúcar Caramelo líquido q.b. Preparação: Numa tigela bata as claras em castelo até ficar bem firmes. De seguida, junte o açucar e o caramelo. Bata mais um pouco. Unte a forma com caramelo e deite o preparado anterior. Leve ao forno a 180º entre 7 a 10 minutos. Retire e desenforme. Nota: Não abra o forno enquanto a cozedura. Deixe arrafecer o molotofe dentro do forno. Bom Apetite!! Fonte:

Bolo de Abóbora da Clara de Sousa....é uma maravilha!

Ingredientes:  4 ovos 70 g de margarina 350 g de açúcar 600 g de abóbora 120 g de farinha 120 g de farinha maisena 75 g de coco ralado 1 c. (de sobremesa) de fermento em pó Preparação:  Corte a abóbora em pedaços e leve a cozer em água. Coloque a polpa sobre um coador para perder toda a água da cozedura. Calque um pouco se necessário. Depois de escorrida deve ficar com aproximadamente 320 a 350 g. Bata as gemas com a margarina até ficar cremoso. Acrescente um a um os outros ingredientes, abóbora, açúcar, farinha de trigo, farinha maisena, coco ralado e fermento em pó. Por fim, junte as claras batidas em castelo. Unte e enfarinhe uma forma de buraco grande. Leve ao forno pré-aquecido a 180º C durante 40 a 45 minutos. Deixe arrefecer um pouco e desenforme.

Bolo de ananás formidável... bem fofinho e húmido

Ingredientes 1 lata de ananás das grandes 2 chávenas de chá de farinha 2 chávenas de açúcar 7 ovos 1 colher de café de fermento em pó Caramelo líquido q.b. 1. Ligue o forno a 180ºC. 2. Separe as gemas das claras e bata as claras em castelo com um pitada de sal. 3. Bata as gemas com o açúcar até obter uma massa homogénea e de seguida verta a calda do ananás. 4. Peneire a farinha e o fermento e junte ao preparado das gemas. 5. Por fim envolva as claras em castelo com gentileza. 6. Unte uma forma de chaminé com o caramelo e forre-a com as rodelas de ananás. 7. Se lhe sobrar ananás, corte aos pedacinhos e adicione à massa. 8. Leve o bolo ao forno por cerca de 35 a 50 minutos, vá verificando com o palito, não deixe cozer demais para não ficar seco. 9. Desenforme quente.  Fonte original todos os direitos reservados a:  http://desastresculinarios.blogspot.com