Coelho à S. Cristóvão (Montemor-o- Novo)

Ingredientes:

Coelho bravo ou manso
Toucinho fresco
Sal grosso
Vinagre de vinho
Alhos
Azeite virgem, extra
Coentros frescos


Preparação:

Faça-se uma massa, no almofariz, com sal grosso, alhos e um pouco de vinagre e esfregue-se com ela um coelho, por dentro e por fora. Deixe-se por 24 horas.
Cortem-se fatias finas de toucinho fresco, alto, e forre-se todo o bicho com este toucinho,

prendendo-se as fatias ao coelho com a ajuda de palitos e ponha-se também toucinho dentro da abertura da barriga. Leve-se então a assar, devagar e em lume de carvão,
até estar tostado e bem tenro.

Retirem-se os palitos e o toucinho, que deverá estar reduzido a um torresmo, desosse-se e desfie-se cuidadosamente a carne do coelho, para uma tigela, e também o toucinho depois de partido em pedacinhos pequenos.

Tempere com azeite virgem finíssimo e vinagre de vinho, abundantes, bem como com coentros frescos picados grosso e dentes de alho picado fino.

Mexe-se bem e come-se no dia seguinte, acompanhado por batatas novas, cozidas ou assadas, em ambos os casos com a casca.

É, tradicionalmente, acompanhado por vinho branco, encorpado.

Notas:
Há variações, até localmente, na receita de Coelho à S.Cristóvão e, só dentro da aldeia, já provei diversas versões; assim, por vezes o coelho é apenas partido em pedaços antes de temperar e não desossado e desfiado, por vezes o coelho é grelhado apenas com toucinho na barriga mas não exteriormente, por vezes usa-se vinho branco em vez de vinagre na massa de alho e sal inicial, pode ser consumido apenas com pão, como um petisco de tasca e, finalmente, pode levar pimenta e cebola picada no molho.
Powered by Blogger.